Divulgação também é adopção


Divulgação também é adopção.
É o primeiro passo. Faz toda a diferença. Precisamos de ajuda. Aqui divulgamos novidades desta cadelinha com a qual não podemos ficar.
Ajude-nos a encontrar a família perfeita. Quem sabe, mesmo, aí em casa para sempre!
Obrigada❤️

Soninho, é tarde

Quando é que despachas a loiça do jantar?
Anda para o quentinho!

Bora lá passear!


Deixa lá isso das fotografias...

Tão bom acordar assim! Campeã de aquecer pés frios :D
Para valer a pena cuidar de um cão é bom viver tudo o que é bom com ele.
Ela, neste caso.

Às vezes lá se vai o charme e a Cadela é maluquinha, porque é um cão de verdade. Não é um boneco de pelúcia. 
Adora correr e defender o seu ossinho vermelho de borracha. As pombas deixam-na maluca, também. Gosta muito de brincar mas nunca fecha a boca, nunca magoa.
Ás vezes dá sinal na porta quando anda gente nas escadas que ela estranha. 
Mas por favor entenda-se. Este é um cão 100% familiar e doméstico. Nunca num quintal, nunca a dormir lá fora e completamente nada lógico para guardar casa, porque é uma brincalhona meiguinha. Nunca para a caça, nunca para nada que não, ser mais um elemento na família, o melhor amigo, para dormir em casa quentinha, com comida, água, passeios, brincadeira e carinho.

Sonecas





No início a Cadela ficava numa varanda fechada, com o seu ninho de mantas e caixas, comida e água. E ela adotou esse ninho onde ia dormir sem se queixar. Mas começámos a querê-la connosco. Percebemos que é uma cadela tranquila, fácil de gerir e por isso as nossas camas, sofá, e cantinhos da casa passaram a ficar quentinhos com as suas intermináveis sonecas. 



Puro charme. 8 quilos, pelo prêto brilhante e macio. Fomos com ela ao vet e desparasitámos. Não sabemos se está esterilizada. Quanto a idade a vet disse: entre 3 e 6 anos, não dá para saber. É simplesmente um adulto.
Ou seja: Uma senhora.
É muita classe!

Na nossa família


A Cadela (chamámos assim porque somos um bocado básicos), entrou nas nossas rotinas, na nossa vida, na nossa família e rapidamente conquistou a nossa consideração, carinho e respeito.
Carinhosa com crianças, sem entrar em competição com o meu cão pequenino ou com a minha gata.
Limitou-se a ir acompanhando com enorme alegria a nossa vida de família humana e não só.